Projeto "Clave nas Escolas"

1.   Identificação do Projeto

1.1 Instituição Proponente: Associação Comunitária Clave de Sol

1.2 CNPJ055361/0001-62

1.3 Banco do Brasil

1.4 Agência.

1.5 Conta Corrente:

1.6 Site: www.clavedesol.com.br

1.7    Certificações:

CRCE (    )              CEBAS (   X    )              OSCIP (       )

Utilidade Pública: Federal (    X  )         Estadual (      )           Municipal (   X    )

CMAS (   X    )       CMDCA X    )   SMADS (     )    PRO SOCIAL (   )    COMAS (     )  

1.8 Nome do Responsável Legal: Doroteia Nascimento Souza

1.9 Email: pedagogico@clavedesol.org.br

1.10 RG nº                                                 Órgão Expedidor:

 

2.    Apresentação da Organização

 

2.1 Histórico da Organização (com apresentação de dados e informações relevantes sobre a área de atuação):

              

 

Associação Comunitária Clave de Sol

A Associação Comunitária "Clave de Sol", registrada em 24 de Janeiro de 2003, na cidade de Itapecerica da Serra/ SP, tem por finalidade prestar serviços educacionais gratuitos a crianças, adolescentes, jovens e adultos, em situação de vulnerabilidade social; a fim de democratizar oportunidades no campo as Artes, Educação e Cultura.

Stefan Siemons, o fundador e idealizador da Associação Comunitária Clave de Sol, chegou em 1998 Missões Salesianos do Brasil, em Corumbá, sem dominar a língua portuguesa; porém estimulado a interagir com a comunidade, utilizou como linguagem universal a música e assim desenvolveu uma série de oficinas culturais, aprendendo e trocando. Em 2001, regressou à Alemanha, porém sem a finalidade de permanecer e assim retornou ao Brasil com o intuito de implantar uma Organização Não Governamental(ONG), destinada a ensinar a Música e a confecção de instrumentos.

A arte e a música como veículo de transformação social e pessoal são os valores e ideais da Associação Comunitária Clave de Sol; que começa a ter e dar vida em Março de 2002, em Itapecerica da Serra - São Paulo.

No início de 2003, na comunidade do Parque Yara Cecy, com o propósito de atender e beneficiar as comunidades do Jardim São Marcos e entorno, iniciou seus trabalhos com 45 beneficiários diretos. E ao final de 2003 já atendia a 90.

Em 2009, a Associação se destaca como Instituição referência no município e gradativamente aumenta o número de beneficiários diretos para 384 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Em 2012, a Associação atendeu 130 crianças e adolescentes de 6 a 14 anos / 70 Crianças e adolescentes de 6 a 17 anos, Indiretos 114 famílias e comunidade.

Em 2014 recebemos aproximadamente 188 crianças e adolescentes da região de Itapecerica da serra.

 

 

 

 

3.    Apresentação do Projeto

 

3.1.  Nome do Projeto: Clave nas Escolas

 

 

3.2.  Justificativa:  (justificar a pertinência e necessidade do projeto, apresentando dados estatísticos e sociais que apontem a necessidade da intervenção proposta.

 

Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente: “No processo educacional respeitar-se-ão os valores culturais, artísticos e históricos, próprios do contexto social da criança e do adolescente, garantindo-se a estes, a liberdade de criação e o acesso às fontes de cultura.”, assegurado pelo artigo 58º, título II dos direitos fundamentais; capítulo IV do direito à educação, à cultura, ao esporte e ao lazer.

Em 18.08.2008 sancionou se o Lei Nº 11.769, que estabeleceu a obrigatoriedade do ensino de música nas escolas de educação básica. A aprovação da Lei foi sem dúvida uma grande conquista para a área de educação musical do país. Infelizmente sabemos que isto não está acontecendo conforme foi previsto nessa Lei. Temos por volta de 25.098 alunos no ensino fundamental e 8.521 no ensino médio. Isto nos dar um total de 33.619 alunos e alunas que sofrem essa violação conforme mencionado acima segundo ECA. Os dados divulgados pelo Atlas da Violência 2018 , apontaram a cidade de Itapecerica da Serra, na região metropolitana de São Paulo, como o segundo município mais violento do Estado. Os dados do Atlas da Violência foram levantados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e podem ser acessados no site (www.ipea.gov.br). Segundo os dados do Atlas, as dez cidades brasileiras com maiores taxas de assassinatos no Brasil têm nove vezes mais pessoas na extrema pobreza do que as cidades menos violentas. Os dez municípios com mais de 100 mil habitantes e com menores taxas de homicídios têm 0,6% de pessoas extremamente pobres, enquanto os dez mais violentos têm 5,5%, em média..

A entidade Associação Comunitária Clave de Sol já atua mais de 18 anos no município de Itapecerica da Serra. Ao longo dos anos ela atendeu mais de 6.900 educandos e educandas diretamente, e mais de 34.000 pessoas indiretamente.

Por este motivo, viemos propondo o projeto “Ciranda das Artes”, que visa oferecer oficinas socioeducativos e artísticos, para que essa violação seja minimizada. A participação do projeto não se restringe somente aos bairros mais próximos, e sim a todo município. Sabemos que a questão do acesso é muito importante, e por isto estamos pleiteando junto com o governo municipal em questão de uma parceria neste sentido. O projeto pretende visitar dentro de um ano pelo menos 40 escolas com apresentações musicais, palestras e material de divulgação, para poder alcançar o maior número possível de crianças e jovens.

 

 

 

 

3.3.  Caracterização socioeconômica da região e do serviço a ser qualificado

 

 

Os dados divulgados pelo Atlas da Violência 2018 , apontaram a cidade de Itapecerica da Serra, na região metropolitana de São Paulo, como o segundo município mais violento do Estado. Os dados do Atlas da Violência foram levantados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e podem ser acessados no site (www.ipea.gov.br). Segundo os dados do Atlas, as dez cidades brasileiras com maiores taxas de assassinatos no Brasil têm nove vezes mais pessoas na extrema pobreza do que as cidades menos violentas. Os dez municípios com mais de 100 mil habitantes e com menores taxas de homicídios têm 0,6% de pessoas extremamente pobres, enquanto os dez mais violentos têm 5,5%, em média..

A entidade Associação Comunitária Clave de Sol já atua mais de 18 anos no município de Itapecerica da Serra. Ao longo dos anos ela atendeu mais de 6.900 educandos e educandas diretamente, e mais de 34.000 pessoas indiretamente.

 

 

 

 

 

3.4 Abrangência Geográfica- O Projeto irá atender

 

 

 

4.    Objetivos do Projeto

 

4.1  Objetivo Geral

  1. Oferecer atividades culturais de música, como linha pedagógica dos quatro pilares da educação: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser. Desenvolver e aproximar a sensibilidade musical, resgatando a musicalidade, a socialização, a criatividade e a expressividade.

 

 

 

 

 

4.2 Objetivo(s) Específico(s)

·         Administrar aulas de percussão, artes, canto coral, musicalização, instrumentos de sopro, instrumentos de cordas, percussão erudito, bateria, teclado, oficina do “Meu primeiro emprego”, Banda Clave de Sol, Orquestra Sinfônica Clave de Sol, para 200 crianças e jovens.

  • Ampliar o repertório cultural do educando e da comunidade.
  • Estimular positivamente a promoção de ações de transformação comunitária e incentiva à convivência familiar.
  • Utilizar a arte como via de aprendizagem, a fim de desenvolver potencialidades.

 

 

 

 

 

 

5.    Beneficiários público alvo a ser atendido

5.1 Beneficiários Diretos (especificar): 150 crianças e adolescentes

 

5.2 Beneficiários Indiretos (especificar): 450 familiares e comunidade local

 

5.3 Valor da Proposta: R$ 474.185,81

 

 

6.    Metodologia – Descrever o método aplicado e a dinâmica do trabalho

 

  

A proposta pedagógica da Associação Comunitária Clave de Sol segue os quatro pilares da educação de Jaques Delors. Tendo uma visão global da educação e buscando uma unificação do ensino no mundo todo. Renovam-se, periodicamente, no mundo, os métodos pedagógicos, em razão da conquista do conhecimento nas suas diferentes áreas. Nos últimos anos, a valiosa contribuição da psicologia infantil abriu espaços para mais profundo e claro entendimento em torno das possibilidades de aprendizagem da criança, ensejando novas técnicas para a educação. A analogia com a prática pedagógica se mostra quando diz que a educação deve preocupar-se em desenvolver quatro aprendizagens fundamentais, que serão para cada indivíduo os pilares do conhecimento: 1º aprender a conhecer indica o interesse, a abertura para conhecimento, que verdadeiramente liberta da ignorância; 2º aprender a fazer, mostra a coragem de executar, de correr riscos, de errar mesmo na busca de acertar; 3º aprender a conviver, aqui temos o desafio da convivência que apresenta o respeito a todos e o exercício de fraternidade como caminho do entendimento e, finalmente; 4º aprender a ser, visto, talvez, como o mais importante, por explicitar aí o papel do cidadão e o objetivo de viver. Palavra chave: Aprendizagem, Desafios, Educação.

 

As oficinas serão             

 

 

Os educandos e educandas no período oposta da escola, tanto de manhã como à tarde.

 Os dias de atendimento são de segunda-feira á sexta-feira das 08h00min – 12h00min e das 13h00min á 17h00min.

Queremos oferecer um lanche e um almoço para cada período.

O ensaio da Banda Clave de Sol quinta-feira à noite, das 19h00min às 20h30min. Fazemos visitas familiares, e reuniões de pais de visam o atendimento á família, parcerias e visitas nas escolas públicas do município.

 

  

 

 

7.    Resultados Esperados – Definir os resultados quantitativos e qualitativos a serem atingidos -

 

 

8.    Processo de Monitoramento e Avaliação – Apresentar os indicadores quantitativos e qualitativos a partir dos resultados definidos, bem como os meios de verificação a serem utilizados, levando em consideração a análise do território e da política local.

 

.

 

Resultado(s)

Indicadores qualitativos

Indicadores quantitativos

Meios de verificação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

9.    Recursos humanos- Descrever as funções desempenhadas por todos os profissionais e demais agentes do Projeto, identificando a forma de contratação, respeitando a legislação vigente.

Formação Profissional (cargo)

Função no projeto

Nº de horas/mês

Vínculo (CLT, Prestador de Serviços, Voluntário

Superior incompleto Técnico em T.I.

        Professor

80/mês

Prestador de serviços

 

         Motorista

40/mês

Prestador de serviços

 

10.  Cronograma de execução do Projeto - Especificar mês a mês, quais ações/atividades serão desenvolvidas.

Plano de Trabalho Anual

Atividades/mês

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

Apresentação do Projeto

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Reformas/manutenção e administração do espaço

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Contratação profissionais

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compra de equipamentos

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compra material pedagógico

X

 

 

 

 

X

X

 

 

 

 

X

Reuniões de planejamento/replanejamento

X

 

 

X

 

 

X

 

 

X

 

X

Preparação de material gráfico

X

 

 

X

 

 

X

 

 

X

 

 

Transporte dos alunos

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

Alimentação dos alunos/lanche

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

Oficina de informática UNIVIDA

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

Oficina de informática Curumim

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

Passeio Exposição de Games

 

 

 

 

 

X

 

 

 

 

 

X

Feira dos Saberes em Informática

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

Plano de Trabalho

Edital de Chamamento Público 02/SEDS/CONDECA/2018-19

 

1.    DADOS DO PROPONENTE

Órgão/instituiçãoProponente

 

C.N.P.J.

 

Endereço

 

e-mail

 

Cidade

 

UF

SP

CEP

 

(DDD) Telefone/Fax

 

E.A.

 

Conta Corrente:

 

Banco

001 Banco do Brasil

Agência

 

Praça de pagamento

Sao Paulo-SP

Nome do responsável pela instituição

 

C.P.F.

 

R.G./Órgãoexpedidor

 

Cargo

 

Função

 

Matrícula

-

Endereço complete:

 

CEP

 

(DDD) Tel./Fax

 

 

2.    OUTROS PARTÍCIPES – INTERVENIENTE

Nome:

CNPJ

E.A.

Endereço Completo:

 

 

3.    DESCRIÇÃO DO PROJETO

Título do projeto:

 

 

Período da execução

Início

Término

1.    mes

12  . mes

 

EixoTemático:

 

 

Identificação do objeto:

 

 

 

 

 

 

Justificativa da Proposição:

 

 

 

 

4.    Cronograma de execução (Meta, Etapa ou Fase)

Meta

Etapa/Fase

Especificação

Indicador Físico

Duração

Unidade

Quantidade

Início

Término

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

5.    Plano de Aplicação (Em reais)

Natureza da despesa

Total

Concedente

Proponente

Item de despesa

Especificação

 

 

 

 

 

Total Geral

 

 

 

 

6.    Cronograma de desembolso (Em reais)*

Meta

Cat. Economica

1º mês

2º mês

3º mês

4º mês

5º mês

6º mês

7º mês

8º mês

9º mês

10º mês

11º mês

12º mês

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*Permitido fazer um quadro a parte com estas informações e anexá-la ao final.

 

7.    DECLARAÇÃO

 

Na qualidade de  representante legal  do  proponente,  declaro, para fins de prova junto ao   Conselho Estadual dos direitos da Criança e do Adolescente,  para os efeitos e sob as penas do art. 299 do Código Penal, que inexiste na mora ou débito junto a qualquer órgão ou instituição da Administração Pública Federal e Estadual, direta ou indireta que impeça a transferência de recursos oriundos de dotações consignadas no orçamento do Fundo Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, na forma deste plano de trabalho.

 

 

São Paulo, 14 de outubro de 2019.                                      Assinatura e Carimbo

 

 

 

8.    APROVAÇÃO

(a ser preenchido pelo Concedente após aprovação)

 

 

São Paulo, ______ / _______ / 20 ____                                   Responsável - Concedente