Projeto "Digital é Arte"

ANEXO V – PLANO DE TRABALHO

Edital de Chamamento Público 02/SEDS/CONDECA/2018-19

1.   Identificação do Projeto

 

1.1 Instituição Proponente: Associação Comutaria Clave de Sol

 

1.2 CNPJ:  05.5361.62/0001- 62

 

1.3 Banco do Brasil

1.4 Agência: 1897-x

1.5 Conta Corrente:8947-8

 

1.6 Site: www.clavedesol.org.br

 

1.7    Certificações:

CRCE (X)              CEBAS (X)              OSCIP (  )

Utilidade Pública:  Federal (X)         Estadual (  )           Municipal (X)

CMAS (X)       CMDCA (X)   SMADS (     )    PRO SOCIAL (X)    COMAS ( )  

 

1.8 Nome do Responsável Legal: Doroteia Nascimento Sousa

 

1.9 Email: administrativo@clavedesol.org.br

 

1.10 RG nº:     1380771-4                                         Órgão Expedidor: SSP/AM

 

 

 

2.    Apresentação da Organização

 

 

2.1 Histórico da Organização (com apresentação de dados e informações relevantes sobre a área de atuação):

 

A Associação Comunitária "Clave de Sol", registrada em 24 de janeiro de 2003, na cidade de Itapecerica da Serra/ SP, tem por finalidade prestar serviços educacionais gratuitos a crianças, adolescentes, jovens e adultos, em situação de vulnerabilidade social; a fim de democratizar oportunidades no campo as Artes, Educação e Cultura.

Stefan Siemons, o fundador e idealizador da Associação Comunitária Clave de Sol, chegou em 1998 Missões Salesianos do Brasil, em Corumbá, sem dominar a língua portuguesa; porém estimulado a interagir com a comunidade, utilizou como linguagem universal a música e assim desenvolveu uma série de oficinas culturais, aprendendo e trocando. Em 2001, regressou à Alemanha, porém sem a finalidade de permanecer e assim retornou ao Brasil com o intuito de implantar uma Organização Não Governamental (ONG), destinada a ensinar a Música e a confecção de instrumentos.

A arte e a música como veículo de transformação social e pessoal são os valores e ideais da Associação Comunitária Clave de Sol; que começa a ter e dar vida em março de 2002, em Itapecerica da Serra - São Paulo.

No início de 2003, na comunidade do Parque Yara Cecy, com o propósito de atender e beneficiar as comunidades do Jardim São Marcos e entorno, iniciou seus trabalhos com 45 beneficiários diretos. E ao final de 2003 já atendia a 90.

Em 2009, a Associação se destaca como Instituição referência no município e gradativamente aumenta o número de beneficiários diretos para 384 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Em 2012, a Associação atendeu 130 crianças e adolescentes de 6 a 14 anos / 70 Crianças e adolescentes de 6 a 17 anos, Indiretos 114 famílias e comunidade.

Em 2014 recebemos aproximadamente 188 crianças e adolescentes da região de Itapecerica da serra.

 

 

 

3.    Apresentação do Projeto

 

 

3.1.  Nome do Projeto: Clave Digital

 

 

 

3.2.  Justificativa (justificar a pertinência e necessidade do projeto, apresentando dados estatísticos e sociais que apontem a necessidade da intervenção proposta.

 

Têm se comentado no Brasil sobre a necessidade de se fazer a inclusão socioeconômica e humana das pessoas, procurando a igualdade de oportunidades e direitos, independentemente da condição social, sexo, idade e condição física ou mental, religião, etc. A inclusão digital é a democratização do acesso às tecnologias da Informação, um modo de educação não formal que visa permitir a inserção de todos na sociedade da informação. Um indivíduo incluído, digitalmente, não é aquele que apenas utiliza essa nova linguagem, que é o mundo digital, para trocar e-mails; mas, aquele que usufrui desse suporte para melhorar as suas condições de vida.

 

A construção da cidadania, da inserção social e da valorização do indivíduo passa necessariamente pelos meios de comunicação e de informação de um país. De acordo com essa ótica, a inclusão digital, nos dias atuais, tem um papel fundamental. Estar excluído do meio digital, ainda que tem conhecimentos básicos, nos dias atuais é quase tão grave quanto o analfabetismo no passado.

 

Traz uma nova perspectiva para a vida, inserindo os recursos tecnológicos através do uso do computador, o qual promove o desenvolvimento de inúmeras habilidades que irão favorecer os processos de ensino, de aprendizagem e de sociabilidade.

 

Abre um leque de possibilidades didático-pedagógicas para vida diária dos atendidos, proporcionando perspectivas facilitadoras e instigantes, motivando a reflexão crítica, a busca por conhecimento, a aprendizagem sucessiva e independente de nossas crianças.

 

 

 

 

 

3.3.  Caracterização socioeconômica da região e do serviço a ser qualificado

 

 

Os dados divulgados pelo Atlas da Violência 2018 , apontaram a cidade de Itapecerica da Serra, na região metropolitana de São Paulo, como o segundo município mais violento do Estado. Os dados do Atlas da Violência foram levantados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e podem ser acessados no site (www.ipea.gov.br). Segundo os dados do Atlas, as dez cidades brasileiras com maiores taxas de assassinatos no Brasil têm nove vezes mais pessoas na extrema pobreza do que as cidades menos violentas. Os dez municípios com mais de 100 mil habitantes e com menores taxas de homicídios têm 0,6% de pessoas extremamente pobres, enquanto os dez mais violentos têm 5,5%, em média..

A entidade Associação Comunitária Clave de Sol já atua mais de 18 anos no município de Itapecerica da Serra. Ao longo dos anos ela atendeu mais de 6.900 educandos e educandas diretamente, e mais de 34.000 pessoas indiretamente.

 

 

 

 

 

 

3.4 Abrangência Geográfica- Indicação da divisão administrativa do Estado, referente às Secretárias afins do objeto do projeto, bem como, o local de desenvolvimento das atividades, identificando os municípios da região de atuação, bem como se o projeto é municipal, regional ou estadual nos termos das definições. Deste Edital.

 

 

 

 

 

4.    Objetivos do Projeto

 

 

4.1 Objetivo Geral

 

Promover a inclusão social de crianças e adolescentes excluídos digitalmente, utilizando as tecnologias da informação como instrumento de construção, exercício da cidadania e de sustentabilidade.

 

 

 

4.2 Objetivo(s) Específico(s)

 

* Estimular o desenvolvimento integral dos atendidos

* Elevar a auto estima  e valorização da população atendida.

* Promover a integração do trabalho realizado

* Preencher ao menos 90% (noventa por cento) das vagas oferecidas;

* Garantir a permanência de ao menos 80% (oitenta por cento) dos ingressantes;

 

 

 

 

5.    Beneficiários público alvo a ser atendido

 

5.1 Beneficiários Diretos (especificar):

 

 Este projeto tem o intuito de capacitar e ajudar 150 crianças

 

 

5.2 Beneficiários Indiretos (especificar): 450

 

 

5.3 Valor da Proposta: R$ 325.366,67

 

 

 

 

6.    Metodologia – Descrever o método aplicado e a dinâmica do trabalho

. Este projeto será desenvolvido no laboratório de informática da ser equipado e será extensão das atividades previstas do seu Plano de Trabalho anual a 150 crianças na faixa etária de 7 a 14 anos em horários pré-fixados nos períodos da manhã e tarde. Será ainda oferecido material didático impresso e um lanche para todos os participantes fortalecendo assim mais elementos incentivadores para os assistidos na busca do conhecimento.

Oficina de Informática – O uso da tecnologia é constante em nossa sociedade. Nossa preocupação é que nossas crianças e adolescentes estejam preparados para enfrentar os desafios que virão pela frente, como faculdade e programas de menor aprendiz. Para isso, eles necessitam estar atualizados e compreender o uso da informática no dia a dia.

O projeto será constituído 06 turmas com 25 crianças e adolescentes onde participarão uma vez por semana das oficinas que terão duas horas de duração. Essas oficinas aconteceram as segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira, no período da manhã das 10h às 12h, e no período da tarde das 14h às 16h.

Proporcionar de forma gratuita, continuada, permanente e planejada o crescimento individual, mental, moral, social e cultural através de oficinas, com aprendizagem especifica no uso do laboratório de informática para que possam ter acessibilidade digital diminuindo a desigualdade social com as classes mais favorecidas, digitação, funções do computador, desenvolvimento e habilidades tecnológica, atualização de dados e informações, utilização da internet para pesquisas e estudos, construção de planilhas, currículos, que serão requisitos para inserção no mercado de trabalho, jogos de raciocínio lógico alfabeto, numerais, cores que estimulam a criatividade, desde a infância até a adolescência; possibilitando a ação de nossos jovens com autonomia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

7.    Resultados Esperados – Definir os resultados quantitativos e qualitativos a serem atingidos (descrição pormenorizada de metas quantitativas e mensuráveis a serem atingidas e de atividades a ser executadas, devendo esclarecer com precisão e detalhamento aquilo que se pretende realizar ou obter, bem como quais os meios utilizados para tanto).

Espera-se preparar as 150 (cento e cinquenta) crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social para ingresso da iniciação tecnológica, podendo contribuir no seu desenvolvimento integral, uma vez que estamos inseridos em um universo totalmente tecnológicos, onde infelizmente nossos educandos que fazem parte de uma classe social desfavorecida não tem a mesma possibilidade de acesso a essas tecnologias, que futuramente poderá fazer a diferença, e contribuir para a diminuição da pobreza e desigualdade social no Estado de São Paulo.

* Melhora do desempenho escolar;

*Transmitir o conteúdo programático;

* Desenvolvimento das habilidades socioemocionais.

 

 

 

 

8.    Processo de Monitoramento e Avaliação – Apresentar os indicadores quantitativos e qualitativos a partir dos resultados definidos, bem como os meios de verificação a serem utilizados, levando em consideração a análise do território e da política local.

 

.

 

 

Resultado(s)

Indicadores qualitativos

Indicadores quantitativos

Meios de verificação

 

Melhora do desempenho escolar

Avaliação bimestral

Melhora 30%

Notas escolares

 

Transmitir o conteúdo programático;

Compreensão do conteúdo ministrado

Desempenho de 80%

Prova

 

Desenvolvimento das habilidades socioemocionais.

Regularidade no cumprimento das atividades propostas.

Presença frequente e regular nas oficinas e atividades extras propostas.

Rodas de conversa entre educadores e familiares, produção de relatórios.

 

 

 

 

 

 

 

 

9.    Recursos humanos- Descrever as funções desempenhadas por todos os profissionais e demais agentes do Projeto, identificando a forma de contratação, respeitando a legislação vigente.

 

Formação Profissional (cargo)

Função no projeto

Nº de horas/mês

Vínculo (CLT, Prestador de Serviços, Voluntário

 

Coordenador Geral

1 profissional

Coordenar todas as atividades do projeto, pessoas e eventos

64/mês

Pessoa Jurídica

 

Professor de informática

1 professor

Desenvolver as atividades específicas da família office

64/mês

Pessoa Jurídica

 

Auxiliar de Professor

1 profissional

Ajudar o professor em sala no desenvolvimento das atividades propostas

64/mês

Pessoa Jurídica

 

Auxiliar administrativo

1 auxiliar

Colaborar no controle dos grupos, encaminhamento de processos e apoio aos participantes

64/mês

Pessoa Jurídica

 

Contador

1 Profissional

Responder pela prestação  de contas do projeto

42/mês

Pessoa Jurídica

 

Técnico em Informática

1 Profissional

Zelar pelos equipamentos, atualizar sotwares, recuperar possíveis inconsistências decorrentes do uso equivocado

64/mês

Pessoa Jurídica

 

 

 

10.  Cronograma de execução do Projeto - Especificar mês a mês, quais ações/atividades serão desenvolvidas.

 

Plano de Trabalho Anual

Atividades/mês

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

Contratação profissionais

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compra de equipamentos

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compra material pedagógico

X

 

 

 

 

X

X

 

 

 

 

X

Reuniões de planejamento/replanejamento

X

 

 

X

 

 

X

 

 

X

 

X

Preparação de material didático

X

 

 

X

 

 

X

 

 

X

 

 

Inscrição de aluno

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Alimentação dos alunos/lanche

 

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

Oficina de informática

 

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Plano de Trabalho

Edital de Chamamento Público 02/SEDS/CONDECA/2018-19

 

1.    DADOS DO PROPONENTE

Órgão/instituição Proponente:

 Associação Comutaria Clave de Sol

C.N.P.J.

05.5361.62/0001- 62

Endereço:

Estrada das Palmeiras, 869, Parque Yara Cecy

e-mail: administrativo@clavedesol.org.br

 

Cidade:

Itapecerica da Serra

UF

SP

CEP

06872-240

(DDD) Telefone /Fax

11 4667-7708

E.A.

 

Conta Corrente: 8947-8

 

Banco:

001 Banco do Brasil

Agência: 1897-X

 

Praça de pagamento

Sao Paulo-SP

Nome do responsável pela instituição

Doroteia Nascimento Sousa

C.P.F.

 

R.G./Órgão expedidor:

1380771-4 / SSP/AM

 

 

Cargo:

Presidente

Função:

 

Matrícula:

-

Endereço completo:

Estrada das Palmeiras, 869, Parque Yara Cecy

CEP

06872-240

(DDD) Tel./Fax

11 4667-7708

 

2.    OUTROS PARTÍCIPES – INTERVENIENTE

Nome:

CNPJ

E.A.

Endereço Completo:

 

 

3.    DESCRIÇÃO DO PROJETO

Título do projeto:

Clave Digital

 

Período da execução

Início:

Término:

1.    mês

12  . mês

 

Eixo Temático: Educação Profissional

 

 

 

4.1 Objetivo Geral

 

O projeto visa a inclusão  social de 150 crianças e adolescentes excluídos digitalmente, utilizando as tecnologias da informação como instrumento de construção, exercício da cidadania e de sustentabilidade

Será proporcionado de forma gratuita, continuada, permanente e planejada o crescimento individual, mental,  através de oficinas, com aprendizagem especifica no uso do laboratório de informática para que possam ter acessibilidade digital diminuindo a desigualdade social com as classes mais favorecidas, digitação, funções do computador, desenvolvimento e habilidades tecnológica, atualização de dados e informações, utilização da internet para pesquisas e estudos, construção de planilhas, currículos, que serão requisitos para inserção no mercado de trabalho, jogos de raciocínio lógico alfabeto, numerais, cores que estimulam a criatividade, desde a infância até a adolescência; possibilitando a ação de nossos jovens com autonomia.

 

Justificativa da Proposição:

Têm se comentado no Brasil sobre a necessidade de se fazer a inclusão socioeconômica e humana das pessoas, procurando a igualdade de oportunidades e direitos, independentemente da condição social, sexo, idade e condição física ou mental, religião, etc. A inclusão digital é a democratização do acesso às tecnologias da Informação, um modo de educação não formal que visa permitir a inserção de todos na sociedade da informação. Um indivíduo incluído, digitalmente, não é aquele que apenas utiliza essa nova linguagem, que é o mundo digital, para trocar e-mails; mas, aquele que usufrui desse suporte para melhorar as suas condições de vida.

 

A construção da cidadania, da inserção social e da valorização do indivíduo passa necessariamente pelos meios de comunicação e de informação de um país. De acordo com essa ótica, a inclusão digital, nos dias atuais, tem um papel fundamental. Estar excluído do meio digital, ainda que em conhecimentos básicos, nos dias atuais é quase tão grave quanto o analfabetismo no passado.

 

Traz uma nova perspectiva para a vida, inserindo os recursos tecnológicos através do uso do computador, o qual promove o desenvolvimento de inúmeras habilidades que irão favorecer os processos de ensino, de aprendizagem e de sociabilidade.

 

Abre um leque de possibilidades didático-pedagógicas para vida diária dos atendidos, proporcionando perspectivas facilitadoras e instigantes, motivando a reflexão crítica, a busca por conhecimento, a aprendizagem sucessiva e independente de nossas crianças.

 

 

 

 

4.    Cronograma de execução (Meta, Etapa ou Fase)

 

Meta

Etapa/Fase

Especificação

Indicador Físico

Duração

Unidade

Quantidade

Início

Término

Contratação de profissional

inicial

 

 

 

 

 

Compra de equipamento

inicial

 

 

 

 

 

Compra de material pedagógico

inicial

 

 

 

 

 

Reuniões de planejamento/replanejamento

inicial

 

 

 

 

 

Preparação de material pedagógico

inicial

 

 

 

 

 

Inscrição de alunos

inicial

 

 

 

 

 

Oficina de Informática

contínuo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

5.    Plano de Aplicação (Em reais)

Natureza da despesa

Total

Concedente

Proponente

Item de despesa

Especificação

Pessoal e Encargos Socais

 3 x Oficineiro para os cursos profissionalizantes. Prestador de serviços

 R$ 54.000,00

 

 

 

Pessoal e Encargos Socais

 1 x motorista via CLT

R$ 24.000,00

 

 

Pessoal e Encargos Socais

Encargos sociais e vale transporte

R$ 10.800,00

 

 

Outras Despesas

Material pedagógico

R$ 12.000,00

 

 

Outras Despesas

Material didático

R$ 4.800,00

 

 

Outras Despesas

Material escritório

R$ 7.000,00

 

 

Outras Despesas

Combustível

R$ 31.500,00

 

 

 Investimentos

Sprinter Van passageiro 516 CDI 20 + 1, extra longa rodado duplo (teto alto, bancos luxos reclináveis, vidros elétricos, vidros dianteiros elétricos, espelhos retrovisores elétricos com aquecimento, ar condicionado, na cor azul e cinza chumbo

R$ 242.900,00

 

 

Investimentos

2x Lousas interativas Unionboard Pro 96 “. Medidas 200 cm x 140 cm x 6 cm. Cor Cinza: Tela 96 “(16:9)

R$ 9.800,00

 

 

Investimentos

15 x Notebooks Samsung X40 Core I 5, 8 GB, 1 TB – 15,6”, Placa de Vídeo 2 GB, Windows 10

R$ 51.285,00

 

 

Investimentos

Caixas de Som, Cabel, Impressoras,

 

 

 

Total Geral

 

 

 

 

6.    Cronograma de desembolso (Em reais) *

Meta

Cat. Econômica

1º mês

2º mês

3º mês

4º mês

5º mês

6º mês

7º mês

8º mês

9º mês

10º mês

11º mês

12º mês

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*Permitido fazer um quadro a parte com estas informações e anexá-la ao final.

 

7.    DECLARAÇÃO

 

Na qualidade de  representante legal  do  proponente,  declaro, para fins de prova junto ao   Conselho Estadual dos direitos da Criança e do Adolescente,  para os efeitos e sob as penas do art. 299 do Código Penal, que inexiste na mora ou débito junto a qualquer órgão ou instituição da Administração Pública Federal e Estadual, direta ou indireta que impeça a transferência de recursos oriundos de dotações consignadas no orçamento do Fundo Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, na forma deste plano de trabalho.

 

 

São Paulo, 14 de outubro de 2019.                                      Assinatura e Carimbo

 

 

 

8.    APROVAÇÃO

(a ser preenchido pelo Concedente após aprovação)

 

 

 

São Paulo, ______ / _______ / 20 ____                                   Responsável - Concedente