Curso cordas harmônicas

O curso é voltado para instrumentistas de cordas dedilhadas e friccionadas (violão, guitarra, contrabaixo, violino, viola e violoncelo) que queiram adquirir uma linguagem rítmica da música brasileira.

Cordas Dedilhadas

Contrabaixo elétrico

Nos anos 50, o grande problema dos contrabaixistas era o transporte de seu instrumento, delicado (feito de madeira) e muito pesado. Até que no ano de 1951, o técnico em eletrônica chamado Leo Fender, inspirado na guitarra elétrica, criou o baixo elétrico. Batizado de Precision, ficou conhecido como Fender Bass. As vibrações nas cordas são reproduzidas com a ajuda de um amplificador.

Guitarra

Rickenbacker Electro Hawaiian é a bisavó das guitarras atuais, ela foi inspirada na guitarra havaiana, tocada no colo do músico, com um cilindro metálico ou de vidro, que deslizava sobre as cordas. O formato e a placa de alumínio no corpo lhe renderam o apelido de “frigideira”. Foi em 1931 que Rickenbacker começou a produzir as primeiras guitarras havaianas elétricas, que acabaram por contribuir para a criação da primeira guitarra elétrica maciça. A guitarra teve papel fundamental no rock e no jazz, porém, por sua versatilidade, aparece em diversas formações e estilos musicais.

Curiosidade: Na década de 40, inspirados por um violonista clássico que se apresentou em Salvador com um violão elétrico, os músicos baianos Osmar Macedo e Dodô Nascimento criaram o pau elétrico, usando um captador colocado numa peça de jacarandá

Curiosidade: Geralmente os instrumentos musicais passam por longa evolução, até se tornarem os instrumentos modernos atuais. Esse não foi o caso do contrabaixo elétrico, que já “nasceu pronto”. Desde a sua concepção até os dias de hoje poucas mudanças significativas podem ser percebidas.

Violão

A história do violão – um dos instrumentos mais difundidos em todo o mundo – tem início no século XVI na Espanha. Depois disso, passou por várias transformações até que, por volta de 1870, assumiu a forma atual por meio do trabalho do luthier Antônio Torres. Está presente em inúmeras culturas musicais, desde as mais diversas manifestações da música popular às salas de concerto. No Brasil, pela facilidade de adaptação a diferentes gêneros e estilos, o violão marca sua presença nas músicas do campo e da cidade (choro, samba, pagode, MPB, jazz). É um instrumento básico para a prática da música popular brasileira, utilizado como solista em bandas e orquestras. Seu som é intimista, com infinitas possibilidades de timbres e harmonias. Para quem se inicia na música, o violão é extremamente versátil.

Cordas Friccionadas

Cordas Agudas
Viola

Surgiu aproximadamente em 1500 na Europa, na mesma época em que o violino. É semelhante a ele, embora maior e de som mais grave e aveludado. Originalmente estava ligada ao ambiente popular, utilizada por músicos ambulantes. Por volta de 1750, por conta da ascensão da burguesia urbana, este e os outros instrumentos da família do violino foram gradativamente incorporados às orquestras. Hoje, a viola é um instrumento de orquestra sinfônica e pode ser utilizada nos mais diversos grupos musicais.

Violino

Surgiu aproximadamente em 1500 na Europa, na mesma época em que o violino. É semelhante a ele, embora maior e de som mais grave e aveludado. Originalmente estava ligada ao ambiente popular, utilizada por músicos ambulantes. Por volta de 1750, por conta da ascensão da burguesia urbana, este e os outros instrumentos da família do violino foram gradativamente incorporados às orquestras. Hoje, a viola é um instrumento de orquestra sinfônica e pode ser utilizada nos mais diversos grupos musicais.

Cordas Graves
Violoncelo

Criado em meados do século XVI, na Itália, cativa pela proximidade sonora que tem com a voz humana. Isto faz com que seja cada vez mais utilizado em composições de diversos gêneros musicais, como MPB, jazz, trilhas sonoras, música regional e até heavy metal. Com o compositor brasileiro Villa-Lobos foi criada a orquestra de violoncelos, existente no mundo até hoje. É um instrumento rico em efeitos, que apresenta ampla variedade em timbre e altura (variação do grave ao agudo). Cantores como Tom Jobim, Caetano Veloso e Bob McFerrin chegaram a produzir CDs em que o violoncelo se destaca, com a participação dos violoncelistas Yo Yo Ma e Jacques Morelenbaum

 

Open chat